O Sistema Unimed é a cooperativa primeira colocada no ranking das maiores no segmento de Educação, Saúde e Trabalho Social, da 11ª Edição do Monitor Global (documento em inglês) produzido pela Aliança Cooperativa Internacional (ACI) e o Instituto Europeu de Pesquisa em Cooperativas e Empresas Sociais (Euricse).

 

 

O relatório, divulgado nesta quinta-feira (1º), explora o impacto econômico e social das cooperativas no mundo todo e fornece uma listagem das 300 melhores classificações em duas categorias: Volume de negócios e Faturamento sobre o PIB per capita. No total, 22 cooperativas brasileiras dos estados de Goiás, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Minas Gerais aparecem no ranking que tem como base, dados apurados durante o ano de 2020.  

 

 

O Sistema OCB apoia a produção do Monitor Global desde sua primeira edição e atua colaborando com a coleta de dados no Brasil e facilitando o contato com as cooperativas. “Essa iniciativa é muito importante para que possamos mostrar a importância econômica das nossas cooperativas e de como estamos atuando em escala global, bem como para a construção de estratégias que contribuam para que nossos resultados sejam ainda mais significativos”, afirma o presidente Marcio Lopes de Freitas.

 

 

O número de cooperativas brasileiras presentes no relatório cresceu mais de 200 por cento quando comparado com o documento de 2021, que contabilizou um total de 9 representantes nacionais. No segmento Educação, Saúde e Trabalho Social, o Sistema Unimed aparece como primeiro colocado nas duas categorias pesquisadas. Já no ranking geral, a coop é a quarta colocada na vertente Faturamento sobre o PIB per capita. Outras sete cooperativas aparecem entre as 50 maiores da categoria também.

 

 

As cooperativas Coopersucar e Coamo aparecem em quinto e sétimo lugares entre as maiores do segmento Agropecuário da categoria Faturamento sobre o PIB per capita. Já em Serviços Financeiros, na mesma categoria, o Sicoob e o Sicredi também aparecem no quinto e sétimo lugares.

 

 

De acordo com o relatório, as 300 principais cooperativas relataram um total global de 2.170,99 bilhões de dólares para o ano de 2020 em volume de negócios. A maioria atua nos ramos de Seguros (101), Agro (100) e Comércio Atacadista e Varejista (59). Já o ranking por Faturamento sobre o PIB per capita mostra que o ramo Agropecuário se destaca com 101 coops, seguido do de Seguros com 85 e do de Comércio com 57.

 

 

Os resultados dessa edição mostram ainda que as maiores cooperativas do mundo se repetem com apenas ligeiras variações nas posições de topo em todos os setores. No Top 300 da classificação com base no Volume de Negócios, o Groupe Crédit Agricole (França), manteve o primeiro lugar, como tem feito nos últimos anos. Da Alemanhã, o Grupo Rewe e a Cooperative Financial Network Germany – BVR, ocupam o segundo e terceiro lugares. A maioria das cooperativas dessa categoria pertencem a países industrializados como os EUA (74), França (42), Alemanha (31) e Japão (22).

 

 

No Top 300 com base no Faturamento sobre o PIB per capita, a Índia ficou com os dois primeiros lugares com as cooperativas IFFCO e Gujarat Cooperative Milk Marketing Federation Ltd (Amul). O terceiro lugar ficou o Groupe Crédit Agricole (França). Nesse grupo, o Brasil aparece como o quarto país com o maior número de cooperativas (22), atrás da França (42), Estados Unidos (38) e Alemanha (28).

 

 

Confira abaixo as cooperativas listadas no Monitor Global:

 

Top 300 em volume de Negócios

  • 31º lugar – Sistema Unimed Brasil
  • 60º lugar – Coopersucar SA (
  • 126º lugar – Coamo
  • 137º lugar – Sicoob
  • 142º lugar – Sicredi
  • 156º lugar – Aurora
  • 183º lugar – C. Vale
  • 199º lugar – Lar
  • 272º lugar - Comigo

 

Top 300 em Faturamento/PIB per capita

  • 4º lugar – Sistema Unimed
  • 12º lugar – Coamo
  • 24º lugar – Sicoob
  • 26º lugar – Sicredi
  • 24º lugar – Aurora
  • 41º lugar – C. Vale
  • 49º lugar – Lar
  • 65º lugar – Comigo
  • 73º lugar – Cocamar
  • 83º lugar – Copacol
  • 85º lugar – Coopercitrus
  • 92º lugar – Cooxupé
  • 97º lugar – Alfa
  • 108º lugar – Agrária Agroindustrial
  • 114º lugar – Integrada
  • 115º lugar – Castrolanda
  • 119º lugar – Frimesa
  • 139º lugar – Frísia
  • 147º lugar – Coopavel
  • 173º lugar – Coop
  • 246º lugar – Sistema Ailos

 

Fonte: Sistema OCB