Evento marca o retorno em formato presencial do principal encontro das cooperativas médicas, entre os dias 4 e 7 de outubro, em Gramado (RS), com a presença de dirigentes das Unimeds de todo o país e de importantes nomes nacionais e internacionais dos setores de saúde, cooperativismo e inovação
 

No ano em que celebra os 55 anos de fundação da primeira cooperativa que deu origem ao maior sistema cooperativista de saúde do mundo, a Unimed anuncia o retorno presencial de sua tradicional Convenção Nacional, reunindo dirigentes de todo o país e lideranças da saúde entre os dias 4 e 7 de outubro na cidade de Gramado, no Rio Grande do Sul.

 

 

O tema do evento, que chega à sua 51ª edição, será “O futuro do cooperativismo médico e o cooperativismo médico do futuro”. Os objetivos são ressaltar a importância do modelo cooperativista, que vem contribuindo para a sustentabilidade e a liderança da marca, e promover discussões acerca das perspectivas futuras para a saúde no Brasil, os desafios e oportunidades, bem como as mudanças advindas das inovações na saúde e seu impacto na assistência e na relação médico-paciente.
 

 

 

“Atingimos o marco de 55 anos de atuação na liderança do setor privado de saúde, com uma carteira de 19 milhões de beneficiários, 118 mil médicos cooperados e uma capilaridade que nos permite estar em 9 de cada 10 municípios brasileiros. A pujança do nosso modelo permitiu registrarmos, em um período de 12 meses, um crescimento de 4,4%, maior do que a média do mercado, que ficou em 3,4%”, afirma o presidente da Unimed do Brasil, Omar Abujamra Junior.
 

 

 

Durante os quatro dias da Convenção Nacional, representantes das 341 cooperativas do Sistema Unimed terão a oportunidade de acompanhar palestras ministradas por economistas, empresários, médicos, profissionais da saúde, especialistas em inovação e advogados, entre outras personalidades. Grandes nomes como o economista Eduardo Giannetti da Fonseca, Daniel Wang, membro do Comitê de Bioética do Hospital Sírio-Libanês, Luis Pisco, presidente da Administração Regional da Saúde de Lisboa, além das principais lideranças do cooperativismo mundial, os presidentes da Organização Internacional das Cooperativas de Saúde (IHCO, na sigla em inglês) e da Aliança Cooperativa Internacional (ACI), Carlos Zarco e Ariel Guarco, respetivamente, já confirmaram presença.
 

 

 

Em debate, estarão pilares temáticos essenciais para o negócio: Cooperativismo: identidade, memória e futuroO médico e a transformação digital na saúdeFuturo da saúde suplementar e Perspectivas para o Brasil.
 

 

 

“Para manter nossa liderança no mercado, temos investido continuamente em inovação, tecnologias, capacitação profissional, gestão eficiente e ampliação da oferta de serviços, entre outras ações. Por isso estamos reunindo especialistas de diversos setores que convergem para o negócio da saúde para dialogar com nossos dirigentes visando ao aperfeiçoamento dos nossos serviços e à busca por soluções e estratégias que ajudem a manter a sustentabilidade do negócio e a garantia de uma assistência de qualidade para a população brasileira”, conclui o presidente da Unimed do Brasil.

 


 

Sustentabilidade ambiental
 

A Unimed também considera princípios de sustentabilidade na produção do evento, como parcerias com fornecedores locais e soluções de cenografia ecoeficiente. Os materiais usados na ambientação e na sinalização dos palcos principais são impressos com tintas atóxicas, sem a emissão de vapores contaminantes, e as estruturas são reutilizáveis para evitar perdas e desperdícios na montagem. Outro ponto é a transformação ou a reciclagem de materiais utilizados, como tecido, papel e alumínio, além da destinação adequada de outros resíduos -- os tecidos, por exemplo, são doados para a fabricação de bonecas artesanais na organização não-governamental Grupo Primavera, sediada em Campinas e que atende a mais de 500 crianças diariamente.
 

Convenção Nacional Unimed

Data: 4 a 7 de outubro de 2022

Local: Centro de Feiras e Eventos Serra Park, Gramado (RS)

 

Fonte: Unimed do Brasil