O Sicredi Fronteiras PR/SC/SP preza pelo objetivo de auxiliar a comunidade, tanto no financeiro, como no social, cultural e no ambiental. Pensando nisso, trabalha fortemente na linha de financiamento de energia fotovoltaica. Ela é destinada à produtores rurais, associados do meio urbano e rural, industrias e comércios que utilizam energia elétrica em grande proporção. Essa é a chance do contratante produzir energia limpa, sustentável e ainda obter independência de rede de energia elétrica, resultando em altos níveis de economia.


A instituição possui uma taxa atrativa e competitiva que, dependendo do consumo e tamanho da usina a ser construída, o associado, na maioria das vezes, chega a zerar o valor da conta de energia; além disso, ao invés de pagar a conta, ele paga o financiamento, ou seja, ele substitui o boleto e ainda investe na sua propriedade.


Com o custo crescente nas tarifas de energia e a queda de custo da energia solar no Brasil, o investimento para aquisição de um sistema residencial, por exemplo, se paga em média entre 4 a 6 anos, e dá ao seu proprietário uma economia durante cerca de 25 anos, sendo que essa economia pode durar por mais tempo – dependendo da vida útil do sistema.


De acordo com o gerente de negócios PF da agência de Atibaia, Henrique Lima, em Alvinópolis, o Sicredi Fronteiras PR/SC/SP sempre atuou como verdadeiro parceiro do produtor rural, possuindo recurso próprio para contratação e podendo atender os associados de maneira imediata, além disso, a agência de Alvinópolis possui parceria com renomada empresa no segmento que atende toda região, deixando os cooperados muito satisfeitos com os resultados. Lembrando que industrias e comércios também têm muito a ganhar ao contratar o financiamento de energia fotovoltaica.

É o caso de Paulo Casaril, proprietário da empresa Baterias Real. Casaril contou com o apoio financeiro da Sicredi Fronteiras para instalar uma das maiores plantas de energia solar do Brasil.

O projeto fotovoltaico de Paulo Casaril foi recebido na agência da Cooperativa  em Realeza/PR em 2018, e consistia na construção de duas mil placas voltaicas, cobrindo 70% da área total da indústria, o que reduziria pela metade os custos gerados com energia elétrica. Esse número de plantas voltaicas garantiu que a Real entrasse no ranking das cinco maiores plantas industriais para captação de energia solar.

Ainda, de acordo com Henrique Lima, a agência Sicredi, no bairro do Alvinópolis, financiou vários projetos de usina, 3 estão em fase de finalização, uma delas com mais de 6 mil metros quadrados, proporcionando economia, sustentabilidade e descongestionamento na rede de energia. “Estamos muito felizes em poder fazer parte desta mudança que só está trazendo benefícios aos associados, fortalecendo a economia, preservando o meio ambiente e realizando o sonho de nossos associados. Estamos cumprindo o nosso papel de cooperativa e fortalecendo nossa região de atuação”, afirma Lima.

A tecnologia, antes rara e cara, agora tornou-se próxima e acessível a todos. Na sincronia de oferta e demanda, as estimativas apontam um grande crescimento no setor, para os próximos anos.

A Sicredi Fronteiras está fomentando investimentos em energia fotovoltaica, com condições diferenciadas na taxa de juros especiais. “No Sicredi, você coopera com o meio ambiente, adquirindo tecnologia para utilização de uma fonte de energia renovável em sua residência, empresa ou propriedade rural. É a eletricidade eficiente do futuro”, destaca o Presidente da Cooperativa, José César Wünsch. 

Entre em contato com a agência mais próxima de você e saiba mais.


Fonte: Sicredi Fronteiras PR/SC/SP